Institucional

Manduruvá Editora

Manduruvá Edições Especiais é o selo idealizado pelo escritor, artista gráfico, professor universitário, músico e jornalista mineiro Roberto Mendonça, desde 2011 inscrito como editor na Biblioteca Nacional. Sua proposta é de produção autônoma e restrita a trabalhos de qualidade, em tiragens para públicos específicos, sempre contrapostos ao mercado empresarial dos best sellers.
Manduruvá é o nome de uma pequena lagarta característica do cerrado. É um bichinho aparentemente insignificante, mas especialmente tranquilo e esperto, que se alimenta das flores das árvores frutíferas até se empanturrar.
Pesquisadora, restauradora e artista plástica, Clarice Fonseca se encarrega da produção executiva e monitora as páginas da editora na internet, incluindo a revista “Estrada da Serra”. É também coordenadora do núcleo de Pesquisa e Memória da Manduruvá Edições Especiais.
Publicitário e videomaker, Rodrigo Araujo responde pela gerência de Mídias Sociais.
Os primeiros lançamentos da Manduruvá são “Quando os Bandidos Ouvem Villa-Lobos”, requintado romance policial da jornalista Leida Reis; “Urucuia”, reunindo as crônicas de Roberto Mendonça, e “Moral das Horas e outros poemas”, de Antônio Siúves. Da lista de próximos lançamentos constam o livro “Humberto Mauro em família”, de Fabiano Mauro Ribeiro, trazendo fotos inéditas do cineasta, e o CD “Água de Mina”, com músicas inéditas de Roberto Mendonça.